23/08/2013

Por capricho



Eu escrevo até quando eu quero!
É fácil escrever
Quando você
É bicho solto no mundo,
Quando se é o mais vagabundo que puder.
Mas quando se diz
“vou escrever uma poesia”
Pronto, durante todo o dia,
Nenhum risco sequer.
Escrever por querer é complicado,
Escute música, leia livros e nada sairá
além de papel rabiscado.
Há dias que basta vê
Uma pedra no caminho, um passarinho.
E há dias como esse,
Que a falta de inspiração
De oração em oração
Preenche a folha pálida.
É quando não me baixa o poeta,
Que minha alma não se aquieta.                                                                                              
Risco todo o caderno,
Subo e desço, vou e venho.
E se não acho as palavras pra rimar no poema,
Acho um poema pra rimar as palavras que tenho.

                                    (Eliano Silva)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores