11/02/2013

Vestígios



Tinha vestígios de arte na calmaria.
Tinha o eco do silêncio
a sinfonia da poeira repousando sobre os livros

Tinha a penumbra

Tinha uma garrafa de vinho
um pardal levando gravetos pro seu ninho
Tinha um chambre seu

Tinha Quintana
Tinha Neruda
Tinha Caio Fernando Abreu

Tinha uma lenta cronologia
eu pensei que era tédio
mas era poesia

(Eliano Silva)

Um comentário:

Seguidores