02/02/2013




Não gosto da possibilidade.
Eu gosto é da certeza.
Do fato consumado na mesa.



Eu gosto do gosto amargo do café.



A função em funcionamento.
A movimentação em movimento.
O amor amando, caramba!



(Eliano Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores