30/12/2012

Feliz ano velho

Marcelo Rubens Paiva, escritor brasileiro, nascido em São Paulo em 1959.




Uma história relatada sob um corpo imóvel. Marcelo Rubens Paiva depois de um acidente que o deixa tetraplégico narra como foram seus 20 anos até ali, bem vividos, com intimidade, a ponto do leitor se sentir seu confidente amigo.


Estudante de engenharia agrícola na Unicamp, músico amador, várias garotas na sua, sexo e maconha.


Um mergulho estilo Tio Patinhas em um lago de meio metro de profundidade, o fará passar aquele réveillon de 1979 para 1980 no hospital com apenas ‘’um par de olhos, nariz, ouvido e boca’’ como ele conta, “feliz ano velho, adeus, ano novo”.


Apesar da difícil realidade em que se encontra, Marcelo nos faz rir com um humor irônico com que conta, através de flashback, suas aventuras e sua recuperação sempre às voltas de amigos, família e namorada. O que era pra ser uma história triste, e não deixa de ser em alguns momentos, torna-se, no seu decorrer, um relato de superação e exemplo de amizade.



"Um livro emocionante sem ser piegas, crítico e irônico sem ser inocuamente agressivo. E mostra que apesar de tudo, Marcelo não perdeu a paixão pela vida. Paixão que lhe permite fazer boa literatura."

Veja


"Marcelo, aos invasores, opõe sua juventude, sua mente sadia. Escreve. Luta. Politizado. Não se entrega, não odeia. Compreende. Sacudiu a poeira, deu a volta por cima."

Folha de São Paulo

"A tragédia e o Humor, duas maneiras de ver o mundo em uma maravilhosa obra brasileira."
La Nacion (Argentina)

"Devemos aplaudir este jovem e talentoso escritor, que prova a capacidade de renovação da literatura latino-americana."
Die Zeit (Alemanha)

(Eliano Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores